Poesia da imobilidade

Se tem algo que gosto é de fotografar. É bonito ver como a tecnologia nos permite imortalizar determinados momentos. Eu, esta semana, adquiri um ”brinquedinho” novo…e na testagem dele… olha no que deu!

s02 005

Orquídeas no quintal de casa

s02 002

Flor de boldo-do-chile

s02 001

Esse azul me encanta ❤

DSC00092[1]

Pôr do sol visto de casa

A fotografia é a poesia da imobilidade: é através da fotografia que os instantes deixam-se ver tal como são.

(Peter Urmenyi)

Anúncios

#MusicMonday: Hoje é dia de Rock, baby!

Hoje a playlist é comemorativa. Todinha especial para o dia mundial do rock. Dia este que foi  escolhido em homenagem ao Live Aid, megaevento que aconteceu em 13 de julho de 1985.

A celebração é uma referência a um desejo expressado por Phil Collins, participante do evento, que gostaria que aquele fosse considerado o “dia mundial do rock”. O evento também ficou conhecido por contar com grandes artistas do gênero, como Paul McCartney, Mick Jagger, Keith Richards, Ronnie Wood, Elton John, Queen,David Bowie, U2 entre outros.

E para quem não sabe, o Live Aid nada mais foi que um show simultâneo que ocorreu em Londres, na Inglaterra, e na Filadélfia, nos Estados Unidos, cujo o objetivo principal era o fim da fome na Etiópia. Ou seja, o tipico evento que não se vê muito hoje em dia!

Sendo assim, como hoje é dia mundial do rock, bebê,  a minha playlist vai ser toda trabalhada nos solos de guitarra, porque rock é amor, é vida!

Segue o som…

  • No topo da lista: ACDC – Back in Black

ACDC  de longe é minha banda favorita do gênero. Não seria minha essa play se eles não estivessem presentes. Somente!

  • Nirvana – Smell like teen spirit

Tio Kurt não pode ficar de fora nem de brincadeira!

  • Metallica – Enter Sandman

Primeira música do Metallica que escutei na vida. E a partir dela conheci a banta e pronto. Nasceu o amor!

  • Guns and Roses- Welcome to the Jungle 

Guns é guns. Dificilmente você vai achar alguém que nunca escutou Guns na vida. Somente!

  • E para finalizar: Aerosmith – Angel

Vou fechar minha playlist do dia com o tio Tyler, porque sou dessas. E Aerosmith é amor!

O dia em que senti mais orgulho ainda de ser fã do Johnny Depp

Não sei, ele só deve adivinhar, só pode! Mas, quando a tempestade vem é ele que chega sempre como uma luz clareando tudo. Seja com um filme, seja com sua guitarra, seja com algo como o que ele fez essa semana. Johnny Depp sempre me surpreende de uma forma positiva, mesmo achando que ele não poderia me surpreender mais.

Ontem, choveu noticias, videos e fotos sobre sua visita ao hospital Lady Cilento Children’s Hospital, em Brisbane, na Austrália. Vestido de Capitão Jack Sparrow, Johnny fez a alegria das crianças que ali estavam em tratamento contra o câncer entre outras doenças. O ator, que já visitou outros hospitais também vestido como o capitão pirata cheio de charme e malemolência,  fez questão de ir quarto por quarto ver e conversar com as crianças que não podiam sair de seus leitos. Uma coisa SO CUTE, apenas!

Johnny está na Austrália gravando o quinto Piratas do Caribe que deve estrear em julho de 2017.

Eu acompanho o trabalho do Johnny há 13 anos e sei que isso de visitar hospitais já é um costume dele. Um bom costume, aliás. Mas, desta vez senti um baita orgulho dele ao ver vários sites de noticias mostrando o quanto ele pode ser um bom exemplo. Um orgulho que só quem sabe de toda a história artística e pessoal dele consegue sentir igual. É bom ver que um ator que você adimira desde a infância se tornou um homem de valores tão lindos e inspiradores.


Thanks for all, Johnny! My dear Captain Jack Sparrow!!!

25 anos sem Cazuza

E lá se foram 25 anos sem o poeta do amor exagerado. 25 anos sem Cazuza. Mas, mesmo se passando tanto tempo assim, suas músicas ainda estão presentes. Seja em um comercial, seja em um protesto, Cazuza vive na obra que deixou.

Como queria tê-lo conhecido. Estado no seu tempo, mesmo que hoje suas músicas nos defina socio e politicamente falando. Um Brasil que agora mostra sua cara atras de alguma ideologia. Cazuza seria desses, desvirtuados que a sociedade dos bons costumes condenaria, mas quem poderia achar que ele está derrotado? Depois de tanto tempo ele ainda rende o que falar. Rende views em um comercial, rende homenagens, rende lembranças seja aqui ou em um trem para estrelas.

Sorte ou azar ser tão lembrado assim? não sei! A esta altura, onde os sonhos já foram todos vendidos e tão barato que eu nem acredito, Cazuza provavelmente enlouqueceria e mesmo que por quase um segundo ele se sentiria um maior abandonado sem saber o que fazer para ver o dia nascer feliz outra vez. Em dias como o de hoje, nesse mundo que é um moinho, Cazuza inventaria um amor, um amor para proteger, um amor pra dizer, um amor para ser poema, para ser grande, para ser seu.

Hoje, Cazuza seria não só poeta, mas sobretudo um defensor de todas as formas de amar e viver!

Mudando de endereço!

Cansei da vida, cansei do blogger. Partiu wordpress! Estou num momento de mudanças. Mudando valores, mudando prioridades, mudando principíos e porque não mudar o endereço e a casa do bloguinho né?

Pois bem, resolvi mudar também. A partir de hoje o blog vai estar aqui, no WordPress! Quem sabe, se algum dia me der na telha, reativo ou volto para o Blogspot! Fora isso, sem mais enrolações, partiu começar um novo livro, uma nova história!

Afinal, nas palavras de um ídolo meu, La vida continua!

Lobos brancos na neve